Engenheiros informáticos representarão um terço das contratações em 2016

Estudo do BCSD e Hay Group inclui 47 empresas, metade das quais do PSI 20 e multinacionais, que prevêem recrutar um total de 3.600 pessoas, no próximo ano.

As grandes empresas elegem a engenharia informática como a profissão que mais vão procurar em 2016, incluindo “profissionais de informática em geral, análise e programação e informática de gestão”.

A conclusão é de um estudo feito a 47 grandes empresas, metade das quais cotadas no PSI 20 e incluindo multinacionais, pelo BCSD Portugal em cooperação com o Hay Group.

Estas empresas contratarão 1.200 engenheiros informáticos, num total de 3.600 empregos que deverão criar em 2016, valor que representa 1,5% de aumento da força de trabalho e 11% dos cerca de 31 mil postos de trabalho previstos pelo Banco Central Europeu, em Março de 2015.

Entre 2017 e 2020, a criação de postos de trabalho por parte destas empresas situar-se-á entre os 7.500 e os 11.200 em Portugal.

Este estudo demonstra, ainda, que as empresas consideram prioritário adequar o ensino profissional – do 10º ao 12º ano – às suas necessidades práticas de recrutamento: 80% percepciona os candidatos do 12.º ano como pouco preparados, enquanto 30% melhoram esta percepção em relação ao ensino superior.

Os resultados deste inquérito são divulgados no dia em que o Ministério da Educação e Ciência e o BCSD Portugal (Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável) assinam um protocolo de colaboração que concretiza um maior envolvimento das empresas membros do BCSD Portugal no desenho curricular dos cursos do ensino vocacional e na formação em contexto de trabalho.

Notícia: Diário Económico, 11 de Maio, 16:02, Carla Castro

Tags: